Category Archives: FPF

“Evoluir e crescer”, in FPF

Mónica Jorge acredita que a aplicação e concentração poderão fazer a diferença frente à Arménia (©FPFFrancisco Paraíso)

Terça-Feira , 30 Março 2010

A Selecção Nacional Feminina defrontará, na próxima quarta-feira (31 de Março), a formação da Arménia num jogo de qualificação para o Campeonato do Mundo Alemanha 2011.

Depois da derrota por 3-1 diante da Itália, no passado sábado, as contas do apuramento complicaram-se para as comandadas de Mónica Jorge. No entanto, a Seleccionadora Nacional garante que a equipa continuará a lutar por bons resultados, que lhe permita evoluir e crescer cada vez mais.

“Não há derrota que nos demova dos nossos objectivos ou que nos desmotive, por isso vamos continuar a trabalhar para conseguirmos evoluir e crescer cada vez mais, e penso que estamos no bom caminho. Apesar da derrota de sábado, conseguimos fazer um bom jogo e vamos procurar consolidar a nossa evolução, de preferência com vitórias, a começar já pelo jogo com a Arménia”.

Admitindo algum desconhecimento relativamente à Arménia, a técnica lusa espera que as suas pupilas se apresentem em campo de forma aplicada e concentrada. “Conhecemos apenas o que vamos recolhendo da experiência das equipas que já defrontaram esta selecção. Não estamos à espera de um risco tão elevado como diante da Itália, até proque fisicamente são semelhantes à nossa equipa, mas é necessário aplicação máxima no sector defensivo e ofensivo, bem como concentração para podermos ultrapassar este desafio”, disse.

No que toca à equipa a apresentar em campo, Mónica Jorge explica que as alterações surgirão apenas mediante o tipo de jogo praticado pelas adversárias e de acordo com a capacidade de adaptação da Equipa das Quinas. “O facto de não podermos contar com a Sónia – impossibilitada de defrontar este encontro devido à acumulação de cartões amarelos -, já motivará uma alteração, mas as restantes só surgirão se, porventura, houver necessidade de nos adaptarmos ao tipo de jogo praticado pela equipa adversária. Vamos esperar e ver como conseguimos lidar com o tipo de jogo que a Arménia nos apresentar”, concluiu.

O apito inicial do encontro está agendado para as 15h00, no Complexo Desportivo da Tocha.

in FPF

Anúncios

Acreditações para a Final da Taça de Portugal


PRAZOS DE ACREDITAÇÃO

Em virtude do desrespeito constante no cumprimento dos prazos de acreditação para eventos organizados pela FPF, vem esta Federação recordar todos os Órgãos de Comunicação Social que os prazos estipulados deverão ser escrupulosamente respeitados.

Pedidos de acreditação solicitados fora do prazo definido serão indeferidos. A FPF não acreditará os profissionais da comunicação que se apresentem no local dos eventos sem sequer terem solicitado acreditação ou sem serem portadores do respectivo e-mail de confirmação

Alterações aos pedidos de acreditação, efectuados dentro do prazo, só serão aceites até 48h antes do jogo 

 

  

VII FINAL DA TAÇA DE PORTUGAL FUTEBOL FEMININO

 

S.U.1º Dezembro vs Boavista F.C.

 

Estádio Nacional

 

10 de Abril de 2010 – 16H00

 

DEADLINE: 07 Abril pelas 16H00

 

  Formularios Media
Fotografos

Imprensa
On-Line

Rádio / Radio

TV

in FPF


“Sónia Matias dispensada”, in FPF

Sónia Matias será dispensada do estágio da Selecção Nacional (©LUSALuis Forra)

Domingo , 28 Março 2010

A defesa lusa, Sónia Matias, viu o segundo amarelo nesta qualificação para o Mundial da Alemanha 2011, no jogo frente à Itália do passado sábado, estando assim impossibilitada de defrontar a formação da Arménia já na próxima quarta-feira (31 de Março).

Recorda-se que a jogadora havia sido sancionada logo na primeira jornada de qualificação que a Equipa das Quinas disputou, igualmente diante das transalpinas, a 23 de Setembro de 2009. Para colmatar a ausência da defesa lusa, Mónica Jorge chamou Cristiana Gonçalves (Del Negro) que se juntará ao grupo de trabalho ao final do dia.

Recuperação activa
A manhã deste domingo (28 de Março) será preenchida por uma sessão leve, de recuperação activa das jogadoras mais utilizadas no encontro diante da formação italiana. As comandadas de Mónica Jorge terão, depois, a tarde livre.

in FPF


“Superioridade transalpina”, in FPF

Ana Borges apontou o golo luso (©FPFFrancisco Paraiso)

Sábado , 27 Março 2010

A Selecção Nacional Feminina defrontou, na tarde deste sábado, a sua congénere italiana, num encontro de qualificação para o Campeonato do Mundo Alemanha 2011. A formação lusa saiu derrotada por 3-1.

Depois da derrota por 2-0 em solo italiano, as comamdadas de Mónica Jorge entraram em campo confiantes, assinando as melhores oportunidades de golo. Á passagem do minuto 11, Edite Fernandes, aproveitou uma perda de bola na área italiana para bater a guardiã adversária, tendo o remate sido interceptado pela defensiva transalpina.

Seis minutos volvidos, a Itália esteve perto de marcar, mas Neide, numa tarde inspirada, desviou o remate de Elisabete Tona e a recarga, que levava selo de golo, de Melania Gabbiadini. A formação transalpina começou a tomar conta do jogo e, na sequência de um canto, Elisabetta Tona acabou mesmo por inaugurar o marcador.

Após um período mais equilibrado, com lances divididos entre as duas equipas, Ana Borges, a passe de Ana Cristina Leite, empatou a partida com um bonito chapéu à guardiã transalpina. Na jogada seguinte, a capitã Patrizia Panico voltou a colocar as italianas em vantagem.

Pouco antes do intervalo, Edite Fernandes tentou surpreender Picarelli com um remate de fora de área, mas a guardiã italiana conseguiu evitar o segundo tento luso, já em esforço. Motivada pela vantagem que levou para o intervalo, a formação italiana entrou mais decidida na segunda metade do jogo, obrigando a Equipa das Quinas a uma maior organização defensiva.

À passagem do minuto 70, na cobrança de um livre à entrada da área lusa, Elisa Camporese, através de um remate colocado e em força, dilatou a vantagem transalpina para 3-1, estabelecendo o resultado final.

Continuar a crescer
No final do encontro, Mónica Jorge destacou o poderio físico das adversárias, que, “desde cedo, se assumiram como fortes candidatas ao primeiro lugar do grupo”. “A Itália conseguiu criar mais oportunidades e soube aproveitar as nossas falhas, uma vez mais. É uma equipa que está claramente melhor preparada, em termos físicos, com muita atitude e capacidade ofensiva, mas não podemos esquecer que fomos a única equipa a marcar à Itália”, explicou.

Apesar da derrota, a Seleccionadora Nacional acredita que estes jogos, de nível superior, ajudam a equipa a crescer. “Sabíamos desde o princípio que seria muito complicado garantir a presença nos play-off, porque estaríamos perante grandes equipas, mas não deixamos de acreditar na nossa evolução e aprendizagem. A equipa precisa destes jogos para ser cada vez melhor, para manter a esperança de subir no ranking e dar provas da sua qualidade”.

Portugal saiu dignificado
Satisfeito com a vitória que lhe poderá garantir o apuramento, Ghedin Pietro elogiou o tipo de jogo luso e a forma como a Equipa das Quinas se apresentou no encontro. “As coisas estão mais fáceis, mas nada está decidido, porque ainda faltam muitos jogos. Fiquei muito satisfeito com a vitória, sobretudo porque defrontámos uma grande equipa, que nos últimos tempos tem evoluído bastante. Portugal saiu dignificado deste encontro”, disse.

Clique aqui para consultar os resultados e classificação do Grupo 7 de apuramento para o Campeonato do Mundo Alemanha 2011.

Ficha de Jogo
Jogo de Qualificação Campeonato do Mundo Alemanha 2011
Complexo Desportivo da Tocha.
Árbitra: Florea Babadac-Ionescu (Roménia).
Árbitras Assistentes: Irina Mirt (Roménia e Monica Rigo (Roménia).
4ª Árbitra: Sandra Bastos (Portugal).

PORTUGAL 1-3 ITÁLIA (1-2, ao intervalo)

Portugal: Neide Simões, Carole, Kimberly Brandão, Sílvia Rebelo, Sónia Matias (Noémia Figueiredo, 58′), Dolores Silva (Joana Carvalho, 30′), cláudia Neto, Carla Couto, Ana Borges (Sofia Vieira, 85′), Ana Cristina Leite e Edite Fernandes – CAP.
Suplentes não utilizadas: Jamila Marreiros, Paula Cristina, Mónica Gonçalves e Carolina Mendes.
Treinadora: Mónica Jorge.
Golos: Ana Borges (41′).
Disciplina: Cartão amarelo a Sónia Matias (36′), Carla Couto (45′) e Carole (62′).

Itália: Ana Maria Picarelli, Sara Gama, Roberta D’Adda, Elisabetta Tona, Viviana Schiavi, Alessia Tutino (Pamela Conti, 45′), Giulia Domenichetti, Elisa Camporese (Raffaella Manieri, 90’+3′), Marta Carissimi, Melania Gabbiadini (Alice Parisi, 77′) e Patrizia Panico – CAP.
Treinador: Ghedin Pietro.
Suplentes não utilizadas: Chiara Marchitelli, Silvia Fuselli, Giorgia Motta e Evelyn Vicchiarello.
Golos: Elisabetta Tona (24′), Patrizia Panico (43′) e Elisa Camporese (70′).
Disciplina: Cartão amarelo a Melania Gabbiadini (36′) e Pamela Conti (74′).

As comandadas de Mónica Jorge voltam a entrar em campo na próxima quarta-feira (31 de Março), desta feita diante da Arménia. O encontro está agendado para as 15h00, no Complexo Desportivo da Tocha.

in FPF


“Com rigor e eficácia”, in FPF

Mónica Jorge aponta o rigor e a eficácia como factores de sucesso frente à Itália (©Francisco Paraíso/FPF)

Sexta-Feira , 26 Março 2010

No próximo sábado (27 de Março), a Selecção Nacional Feminina defrontará a Itália, num jogo a contar para a qualificação para o Campeonato do Mundo Alemanha 2011.

Depois da derrota por 2-0, em terreno transalpino, Mónica Jorge acredita que a equipa partirá para este jogo “com a lição bem estudada”, apontando o rigor defensivo e a eficácia ofensiva como fórmulas para a vitória.

“A equipa já conhece a forma de jogar da Itália e sabe que só mantendo níveis elevados de concentração, do primeiro ao último minuto, sairá vitoriosa. Acredito que o rigor defensivo e a eficácia ofensiva poderão fazer a diferença, principalmente se soubermos aproveitar a posse de bola e as transições rápidas para surpreender o adversário”, afirmou.

Sendo, teoricamente, o encontro mais complicado desta jornada dupla, a Seleccionadora Nacional destaca o sentimento de responsabilidade acrescido da Equipa das Quinas. “Este jogo é, provavelmente, o mais complicado não só desta jornada dupla, como de todo o calendário, até porque estamos diante de uma equipa muito bem posicionada no ranking FIFA. Há um sentimento de responsabilidade acrescida, por ser um jogo tão importante, mas há também uma motivação maior, porque se assume como um desafio às nossas capacidades. A equipa sabe das dificuldades que nos esperam, parte com os pés bem assentes na terra, mas não deixa de acreditar, de ter vontade de mostrar as suas mais-valias”.

Ao jogar em solo luso, Mónica Jorge espera que o apoio à Equipa das Quinas se faça sentir. “Em casa, mandamos nós, por isso espero que possamos mostrar à Itália que o nosso valor vai além das quatro linhas. A equipa joga melhor quando se sente apoiada, há uma motivação extra, se virmos as bancadas cheias”, disse.

O encontro diante da Itália está agendado para as 15h00, no Complexo Desportivo da Tocha, e será transmitido em directo pela TVI24.

AAC disponibiliza transporte
A Associação Académica de Coimbra disponibilizará meios de transporte a todos os estudantes interessados em assistir aos jogos da Equipa das Quinas, nos próximos dias 27 e 31 de Março.

in FPF


“Tocha apoia Equipa das Quinas”, in FPF

A Selecção Nacional Feminina visitou a Escola EB 2,3 da Tocha (©FPF)

Quinta-Feira , 25 Março 2010

A manhã desta quinta-feira da Selecção Nacional Feminina A foi preenchida de forma especial, tendo a Equipa das Quinas convivido com os alunos da Escola EB 2,3/Secundária João Garcia Bacelar.

As pupilas de Mónica Jorge foram recebidas de forma entusiasta por cerca de 150 jovens, convivendo de perto com as jogadoras lusas, que distribuiram autógrafos e lembranças da Selecção Nacional Feminina e da Federação Portuguesa de Futebol.

Salientando a importância do apoio e carinho que as suas pupilas recebem nestas acções, Mónica Jorge espera que este estusiasmo se repita no próximo sábado, no encontro diante da Itália. “É muito gratificante participar neste tipo de acções, onde nos sentimos tão acarinhadas e apoiadas. Espero que possamos contar com este entusiasmo e com a presença de todos os jovens, das famílias e dos amigos no próximo sábado, quando defrontarmos a Itália. Esta equipa merece todo o apoio possível e, jogando em casa, espero que ele se faça sentir, que seja mais um factor de motivação e incentivo para as nossas jogadoras”, disse.

A Seleccionadora Nacional considerou, ainda, que estes momentos se assumem como um meio privilegiado de divulgação e promoção do Futebol Feminino. “Foi uma manhã especial para as jogadoras e para a equipa técnica. Esta é uma das melhores formas de dar a conhecer o nosso trabalho, de nos aproximarmos das comunidades e mostrar-lhes o valor do Futebol Feminino”, explicou.

Durante a tarde, a Equipa das Quinas aproveitou para realizar uma sessão de treino no Complexo Desportivo da Tocha, onde, no próximo sábado (27 de Março), defrontará a Itália, no primeiro de dois encontros de qualificação para o Campeonato do Mundo Alemanha 2011.

in FPF


“Feminina A: Dolores Silva dá conta das expectativas lusas”, in FPF

Dolores Silva deu voz às expectativas da Equipa das Quinas (©FPARAISO)

 Quarta-Feira , 24 Março 2010

A Selecção Nacional Feminina A continua a preparar a jornada dupla de qualificação para o Campeonato do Mundo Alemanha 2011, diante da Itália e Alemanha, que terá lugar na Tocha.

Neste terceiro dia de trabalhos, Dolores Silva deu voz às expectativas da Equipa das Quinas para estes dois encontros, agendados para os próximos dias 27 e 31 de Março.

fpf.pt: Quais as expectativas da equipa para estes dois jogos que se aproximam?
Dolores Silva (DS): O primeiro encontro será complicado, até porque já defrontámos a Itália e estamos cientes do valor que as nossas adversárias possuem. Porém, o nosso objectivo passa por fazer um resultado positivo que nos permita somar pontos. Contra a Arménia nunca jogámos e, apesar de ser um adversário teoricamente, mais fácil, não podemos preparar esse encontro pensando que é um jogo ganho. Acima de tudo, temos de respeitar os nossos adversários, mas sempre com vontade de ganhar.

fpf.pt: O mais importante, neste momento, é somar pontos?
DS: Vamos fazer tudo para conseguir somar pontos e avançar na classificação, mas sobretudo queremos continuar a fazer o que temos feito e bem. Os bons resultados têm aparecido, graças à aplicação da equipa e à evolução que temos registado e é importante que continuemos a deixar a nossa marca, dando provas da nossa atitude e empenho. Só um maior número de pontos nos permitirão aceder à próxima fase, mas é fundamental que consigamos dar provas da nossa qualidade e mostrar que o Futebol Feminino pode ir mais longe.

fpf.pt: Os bons resultados que a Selecção Nacional tem alcançado deixam-vos com boas perspectivas para o futuro?
DS: Sim, é óbvio que os bons resultados nos fortalecem e ajudam-nos a preparar os desafios que se avizinham. Quando somos bem sucedidas, sentimo-nos mais motivadas e confiantes para encarar o futuro.

fpf.pt: Quais são as mais valias deste grupo de trabalho?
DS: Sem dúvida alguma, é o nosso espírito de grupo. Temos muito bom ambiente, sentimo-nos como uma verdadeira família e somos muito unidas. Penso que o nosso ponto forte passará exactamente pela noção de entreajuda que temos e a capacidade que temos de nos apoiar nos piores momentos.

fpf.pt: O que significa para uma jogadora representar a Selecção Nacional?
DS: É um sentimento único, o sonho de qualquer jogadora. Cheguei a um patamar muito elevado de reconhecimento e orgulho, a que todas as jogadoras esperam chegar e sinto-me feliz por poder representar o meu país tão nova. É uma satisfação muito grande poder conviver e aprender com jogadoras de referência e fazer parte de um grupo tão bom, tão forte.

fpf.pt: De que forma poderás contribuir para o sucesso da Equipa das Quinas?
DS: Quando entro em campo, o meu único objectivo é tentar cumprir com as minhas funções, com o que os técnicos esperam de mim. Independentemente de marcar golos ou de os dar a marcar, quero dar o meu melhor para ajudar a equipa a alcançar os seus objectivos.

in FPF


“Feminina A: Jogo-treino diante da AF Coimbra”, in FPF

Cláudia Neto alinhou no primeiro e último tempos (©FPARAISO)

Terça-Feira , 23 Março 2010

Depois da sessão matinal em Quiaios, a Selecção Nacional Feminina defrontou, ao final da tarde desta terça-feira, a formação da AF Coimbra, tendo saído derrotada por 2-0.

No final do encontro, Mónica Jorge mostrou-se satisfeita pelo empenho das jogadoras portuguesas e salientou a importância destes espaços de preparação, antes do jogo contra a Itália. ” Independentemente do resultado, estes jogos servem sempre para fazer uma avaliação da equipa e, mais uma vez, fiquei satisfeita com a atitude e o empenho destas jogadoras. É óbvio que jogamos sempre para ganhar, mas o mais importante é permitir que a eqipa tenha estes espaços de preparação, antes de defrontar a Itália”, disse.

A Seleccionadora Nacional destacou, ainda, o potencial dos adversários, “os melhores a nível distrital, acrescentando que se tratou de “um bom teste à agressividade e nível competitivo da equipa”.

O encontro foi dividido em três momentos (25’+25’+15′), tendo a Equipa das Quinas alinhado com o seguinte onze inicial: Neide, Carole, Kimberly Brandão, Sílvia Rebelo, Sónia Matias, Cláudia Neto, Dolores Silva, Ana Cristina Leite, Mónica Gonçalves, Edite e Ana Borges. No segundo tempo, a equipa foi a seguinte: Jamila, Kimberly Brandão, Carole, Dolores Silva, Sofia Vieira, Paula Cristina, Tita e Anita – ambas das Sub-19 lusas e que participaram excepcionalmente neste jogo -, Noémia Figueiredo e Mónica Gonçalves. Já no terceiro tempo, Mónica Jorge escolheu o seguinte “onze”: Neide, Noémia Figueiredo, Kimberly Brandão, Sílvia Rebelo, Sónia Matias, Joana Carvalho, Cláudia Neto, Ana Borges, Sofia Vieira, Anita e Edite.

As jogadoras Carla Couto e Carolina Mendes não participaram na partida, por precaução, por apresentarem sintomas de fadiga muscular/mialgia.

Na próxima quarta-feira (24 de Março), as pupilas de Mónica Jorge deslocar-se-ão ao Colégio de Quiaios para uma acção de promoção e divulgação dos jogos que disputará na região, convivendo com os alunos da referida instituição de ensino. A visita está agendada para as 10h30, antecedendo o treino matinal.

in FPF


%d bloggers like this: