Category Archives: Campeonato Nacional 1ª Divisão

Domingo, 1ª jornada do Campeonato Nacional

O clássico logo a abrir a 1ª jornada

O clássico logo a abrir a 1ª jornada

Os outros jogos:

C. Albergaria vs  Boavista F. C.

U. R. Cadima vs Escola F.C.

U. D. Oliveirense vs Leixões S. C.

Vilaverdense F. C. vs S. M. Murtoense

Anúncios

Amanhã, às 17 horas, em Sintra

No próximo Sábado, o Campo Conde de Sucena será o palco da última exibição oficial da sua equipa na época 2009/2010.

 

SU 1.º Dezembro – Escola FC

(árbitra Sílvia Domingos – A.F. Algarve)

 

A equipa da casa despede-se dos seus adeptos em casa e espera poder oferecer uma vitória e uma grande exibição a tod@s os que se deslocarem até Sintra neste dia.

Faixa de apoio

Obrigada pelo apoio!

Conquistando os 3 pontos, o SU 1.º Dezembro fecharia com chave de ouro uma época em que não sentiu outro sabor que não o da vitória.

Tentaremos fazer a festa do golo assegurando a vitória


6.ª e última jornada do CNFF

Joga-se no próximo Sábado, dia 12 de Junho, às 17 horas, a partida que encerra a época de 2009/2010 do Campeonato Nacional de Futebol Feminino.

A última partida terminou com um triunfo por 3 a 1

O SU 1.º Dezembro receberá o Escola FC com o objectivo de terminar o segundo campeonato consecutivo sem conhecer outro sabor senão o da vitória.

A equipa da casa e o 2.º classificado da tabela classificativa já se encontraram por 4 vezes na presente temporada, tendo os jogos sido sempre pautados por uma grande competitividade e emoções fortes.

Como a maior parte de vós saberá, as campeãs nacionais representarão Portugal na Women’s Champions League no início de Agosto. Antes disso, as sintrenses entrarão para umas curtas férias (após 12 meses e meio de actividade) e nada melhor para fechar esta época de “dobradinha”, do que agradecer ao público que, se espera, compareça no Campo Conde de Sucena, pelo apoio demonstrado ao longo da época.

O outro jogo da jornada resultou numa vitória do Albergaria, por 2 bolas a 0, frente à Oliveirense.


Crónica do SU 1.º Dezembro – Oliveirense, por Diana Dias

Foi no passado domingo dia 23 de Maio que o 1.º Dezembro se sagrou pela nona vez consecutiva campeão nacional de futebol feminino, ao vencer a equipa do Oliveirense.

foto de Luzir

Sabendo desta possibilidade, vários adeptos se deslocaram a Sintra para assistir a esta partida, constituindo assim, muito provavelmente, a melhor assistência da época em jogos em casa para a equipa do 1.º Dezembro. Deste conjunto de adeptos queria destacar a equipa de iniciados masculinos do clube, que no mesmo dia se sagrou campeã e prepara-se agora para disputar, tal como nós, um campeonato nacional e a equipa feminina sub-18. O vosso apoio foi sem dúvida sentido dentro e fora de campo!

Em relação ao jogo, a equipa sintrense não conseguiu, infelizmente, corresponder em termos de qualidade de jogo ao que este público merecia. Após um início de jogo com alguma qualidade, com a equipa do Oliveirense a mostrar que não queria de forma alguma facilitar a festa por parte da equipa da casa, é o 1.º Dezembro que se adianta no marcador, aos 8’, por intermédio de Carla Couto. A jogada do golo tem início no corredor direito, com a equipa sintrense a recuperar a posse de bola na sequência de um lançamento de linha lateral adversário. Andreia Silva coloca no corredor central em Joana, que após fugir à marcação realiza um excelente passe em profundidade, para a desmarcação de Carla Couto, que calmamente tira a guarda-redes adversária do caminho da bola e finaliza.

Após o golo, o 1.º Dezembro procurou circular a bola e criar oportunidades de golo, mas à excepção de algumas boas jogadas pelo corredor direito (com Inês Borges a integrar bem o processo ofensivo da equipa e a criar situações de 2×1 no corredor lateral, com Andreia Silva), a equipa não conseguiu chegar com perigo à baliza adversária. O Oliveirense ainda festejou o golo do empate, após Filipa Patão ter marcado um autogolo, mas o golo não foi válido, uma vez que o jogo foi interrompido por fora-de-jogo.

Logo no início da 2.ª parte, aos 48’, a equipa do Oliveirense chega ao golo do empate pela avançada Andreia Gradim. O golo surge após marcação de um livre ainda no meio campo defensivo da Oliveirense, batido directamente para a grande área adversária. A defensiva sintrense não consegue o corte e Andreia Gradim realiza um chapéu a Carla Cristina, marcando assim um golo de belo efeito.

A equipa visitante acabaria mesmo por dar a volta ao resultado, ao marcar o 1-2, após conversão de uma grande penalidade assinalada a Filipa Francisco, aos 53 minutos de jogo.

Encontrando-se numa situação muito pouco familiar (apesar de durante o campeonato a equipa sintrense ter estado em desvantagem no marcador, nunca tal tinha acontecido com um período de tempo tão curto para dar a volta ao resultado), a equipa mostrou uma atitude muito positiva. Apesar das emoções estarem bem presentes, a equipa conseguiu manter o discernimento necessário para tomar conta do jogo e criar várias situações de perigo, que se traduzirem em dois golos, e, consequentemente, na vitória por 3-2.

O segundo golo é marcado por Filipa Patão, na sequência de um canto, aos 66 minutos. Após defesa incompleta da guarda-redes do Oliveirense, a árbitra Maria Manuela Oliveira considerou que esta transpôs totalmente a linha de golo, apesar dos protestos da equipa visitante.

O golo da vitória foi apontado por Tânia Pinto, aos 83’, após livre lateral no corredor direito, marcado por Carla Couto.

Após o final do jogo o momento foi de festa, à qual se juntaram os iniciados do 1.º Dezembro. Muita alegria, muito champanhe e a certeza de que a motivação para continuar a somar vitórias se mantém bastante presente!

Pessoalmente, não posso deixar de agradecer em primeiro lugar a toda a equipa técnica com destaque para o professor Nuno Cristóvão, pelo convite para fazer parte da sua equipa técnica, e para a treinadora Helena Bento, pela partilha, confiança e apoio sempre demonstrados, ao departamento médico e à secção de futebol feminino como estruturas fundamentais de suporte à equipa e a todas as jogadoras com quem trabalhei ao longo da época pela oportunidade de partilhar convosco estes momentos! É um prazer!

 

SU 1.º Dezembro 3 – 2 Oliveirense
4.ª jornada da 2.º fase do Campeonato Nacional de Futebol Feminino
Domingo, 23 de Maio, 17 horas

Equipa titular:
1- Carla Cristina

2 – Sara Ribeiro (45’, Carolina Mendes)
27 – Filipa Francisco (61’, Dolores Silva)

21 – Filipa Patão
22 – Inês Borges

6 – Cátia Relíquias

19 – Joana Rosa

28- Tânia Pinto
18 – Andreia Silva

9 – Carla Couto

5 – Solange Carvalhas (61’, Lara Matos)

Suplentes:
12 – Sara Machado

4 – Mónica Mendes

14 – Dolores Silva

15 – Filipa Galvão

25 – Sofia Venâncio

10 – Lara Matos

11 – Carolina Mendes


Domingo, às 17 horas, vem ajudar-nos a conquistar o NONA campeonato

                

Este Domingo, dia 23, pelas 17 horas jogam-se as partidas correspondentes à 4.ª jornada do Apuramento do Campeão.

 

 SU 1.º Dezembro – Oliveirense

(árbitra Maria Manuela Oliveira – A.F. Évora)

Escola FC – Clube Albergaria

(árbitra Ana Catarina Brites – A.F. Santarém)

 

No Campeonato de Despromoção, joga-se a 6.ª jornada:

Boavista FC – SM Murtoense

(árbitra Célia Santos – A.F. Vila Real)

UD Ponte Frielas – Leixões SC

(árbitra Natércia Velez – A.F. Portalegre)

CP Martim – UR Cadima

(árbitra Eunice Mortagua – A.F. Aveiro)

 

Tal como já haviamos anunciado, o jogo do próximo Domingo tem uma importância especial. Analisando a tabela classificativa, verificamos que, em caso de vitória, deixa de ser possível ao Escola FC (ou a qualquer outro clube) chegar ao título, fazendo do SU 1.º Dezembro o CAMPEÃO NACIONAL antecipado.

Em caso de vitória, 1.º Dezembro sagra-se campeão

Sabendo que nenhuma equipa gosta de estar do “outro lado” do campo nesta situação e que a Oliveirense não é equipa para facilitar em nenhum jogo, espera-se mais um grande jogo entre estas duas equipas. Tudo faremos para vencer mais esta partida, seguindo sem derrotas na caminhada para o NONO TÍTULO CONSECUTIVO (10.º do clube).

Assim, gostariamos de convidar-vos, amantes de futebol feminino, amigos, familiares e simpatizantes a comparecerem no Estádio Conde de Sucena, em S. Pedro de Sintra, para virem dar o vosso apoio, imprescindível para aquilo que se acredita ser uma partida de elevada qualidade, grande entrega e, esperamos, uma FESTA!

 

 Venham ajudar-nos a sagrar-nos NONA CAMPEÃS em NOSSA CASA!

Domingo, dia 23, às 17 horas – APARECE!


Crónica Escola FC – SU 1.º Dezembro, por Diana Dias

No passado domingo, Escola e 1.º Dezembro voltaram a encontrar-se, naquela que foi a 3.ª partida para o Campeonato Nacional desta época desportiva entre as das equipas. Esperava-se um bom jogo, quer devido à proximidade classificativa das duas equipas, quer pelo facto deste encontro se realizar no Estádio Municipal de Tondela, e, consequentemente, em relvado.

7 pontos separam agora as duas equipas

Consciente da importância de vencer novamente a equipa de Molelinhos, para manter em aberto a possibilidade de festejar mais um título nacional na sua casa na jornada seguinte, a equipa do 1.º Dezembro deslocou-se, como sempre, pensando apenas na vitória.

No entanto, foi o Escola quem entrou melhor no jogo, com uma primeira ocasião de golo logo aos 2’ de jogo, em que as jogadoras da casa aproveitaram um erro da equipa adversária, recuperando a bola no corredor esquerdo do seu ataque e rematando colocado para defesa de Carla Cristina (a bola chegou mesmo a ir à barra da baliza do 1.º Dezembro).

O 1.º Dezembro procurou reagir e dominar em termos de posse de bola, mostrando no entanto alguma lentidão no processo ofensivo. A circulação de bola era conseguida, porém a sua velocidade era consideravelmente baixa para aquilo que as jogadoras sintrenses já mostraram ser capazes. Esta lentidão não impediu, contudo, que o 1.º Dezembro criasse algumas jogadas ofensivas bem desenhadas, principalmente através de jogadas iniciadas com passes em profundidade procurando explorar a velocidade das suas médias ala e a largura do campo.

O Escola procurava jogar sobretudo no erro do adversário e foi precisamente desta forma que aos 24’ conseguiu colocar-se em vantagem no marcador.

A equipa sintrense continuou em busca do golo, que após várias oportunidades de perigo desperdiçadas, surge aos 44’, por Tânia Pinto, na sequência de um canto (bastante contestado pelo público e pela equipa da casa) marcado no lado direito do ataque da equipa sintrense, onde a médio centro salta mais alto que as 4 jogadoras do Escola que a rodeavam.

Após o intervalo, a equipa campeã nacional procurou superar a entrada algo passiva na 1.ª parte e colocar-se de imediato em vantagem no marcador. Estas intenções foram concretizadas, com Andreia a marcar logo no 2’ minuto da segunda parte, após passe em profundidade.

Com maior mobilidade relativamente aos primeiros 45’, mas ainda sem a eficácia demonstrada em jogos anteriores, o 1.º Dezembro continuou a ser a equipa mais perigosa ao longo dos 30 primeiros minutos do segundo tempo. Nos últimos 15’ a equipa baixou o seu ritmo de jogo, dando ao Escola a possibilidade de usufruir da posse da bola, mas mantendo o seu rigor defensivo. No entanto, a equipa da casa não conseguiu criar oportunidades de golo, acabando por ser o 1.º Dezembro quem aumentaria a vantagem aos 88’, por intermédio de Carla Couto. A jogadora recupera a posse de bola no meio campo, realizando a progressão pelo corredor central e finalizando após combinação directa com Carolina Mendes.

Com este resultado o 1.º Dezembro mantém-se invencível no Campeonato Nacional e tem agora a possibilidade de festejar o título já no próximo domingo, em sua casa.

Apesar de não ser hábito nas crónicas até agora redigidas, gostaria de deixar uma palavra à jogadora Joana Rosa pela entrega em campo ao longo de todo este jogo. A importância de treinar bem reflecte-se na qualidade mostrada em jogo!

Escola 1 – 3 SU 1.º Dezembro
3.ª jornada da 2.ª fase do Campeonato Nacional de Futebol Feminino
Domingo, 16 de Maio, 17 horas

Equipa titular:

1- Carla Cristina
2 – Sara Ribeiro
27 – Filipa Francisco
21 – Filipa Patão
14 – Dolores Silva
19 – Joana Rosa
28 – Tânia Pinto
9 – Carla Couto (88′, Filipa Galvão)
18 – Andreia Silva
10 – Lara Matos (66′, Carolina Mendes)
25 – Sofia Venâncio (62′, Beta Caleja)

Suplentes:
12 – Sara Machado
6 – Cátia Relíquias
22 – Inês Borges
15 – Filipa Galvão
5 – Solange Carvalhas
20 – Beta Caleja
11 – Carolina Mendes


Resultados Campeonato Nacional (act.)

Ontem, dia 16, jogaram-se as partidas correspondentes à 3.ª jornada da 2.ª fase do Campeonato Nacional – Apuramento do Campeão.

Os resultados foram os seguintes:

 

Escola FC   1 – 3   SU 1.º Dezembro

Clube Albergaria   1 – 1   Oliveirense

 

1.º Dezembro derrotou o 2.º classificado deixando-o a 7 pontos

Com a vitória de ontem, o SU 1.º Dezembro aumentou a vantagem relativamente ao 2.º classificado, Escola FC. Os 7 pontos que separam as duas equipas permitem às sintrenses sonhar e tentar festejar o título em sua casa, já no próximo Domingo, dia 23. Em caso de vitória frente à Oliveirense, passam a existir apenas 6 pontos em disputa, deixando de ser, portanto, matematicamente possível o Escola chegar a campeão nacional. 

 

Luzir registou os melhores momentos da partida. Fotos em breve.

Na 5.ª jornada do campeonato de Despromoção, os resultados foram:

CP Martim   2 – 3   SM Murtoense

UR Cadima   5 – 1   UD Ponte Frielas

Leixões SC   0 – 0   Boavista FC

 

UR Cadima ainda só perdeu um dos 5 jogos desta 2.ª fase


3.ª e 5.ª jornadas do Campeonato Nacional

Este Domingo, dia 16, pelas 17 horas continua o Campeonato Nacional de Futebol Feminino.

Para o Apuramento do Campeão jogam-se as seguintes partidas, correspondentes à 3.ª jornada: 

 

Escola FC – SU 1.º Dezembro (Estádio João Cardoso (relvado) – Tondela)

(árbitra Marisa Pereira – A.F. Braga)

Clube Albergaria – Oliveirense

(árbitra Soraia Teles – A.F. Aveiro)

 

Na 5.ª jornada do campeonato de Despromoção, joga-se:

 

CP Martim – SM Murtoense

(árbitra Sandra Mendes – A.F. Coimbra)

UR Cadima – UD Ponte Frielas (inversão da ordem do jogo)

(árbitra Dalila Ribeiro – A.F. Setúbal)

Leixões SC – Boavista FC (Campo Complexo Desportivo Matosinhos (relvado) – Matosinhos)

(árbitra Ana Cristina Amorim – A.F. Aveiro)


%d bloggers like this: