“Dar o máximo”, in FPF

Mónica Jorge espera começar o torneio com um jogo positivo (©FPFFrancisco Paraíso)

Terça-Feira , 23 Fevereiro 2010

A Selecção Nacional Feminina A terá a sua estreia no XVII Algarve Women’s Football Cup/Mundialito de Futebol Feminino na próxima quarta-feira (24 de Fevereiro), diante das Ilhas Faroé. Na antevisão do encontro, Mónica Jorge deu conta das expectativas lusas para este torneio.

“Mais do que repetir o feito do ano passado, partimos para o torneio com o intuito de tentar fazer ainda melhor do que já foi feito. Queremos muito ganhar o nosso grupo e, no final, alcançar o sétimo lugar”, afirmou a Seleccionadora Nacional, que espera “que esta competição seja um bom momento de preparação para todas as jogadoras e que não haja lesões graves”.

Perante uma equipa com novas jogadoras, a técnica lusa acredita que, “à semelhança do que tem vindo a acontecer nos anos anteriores, sejam revelados novos valores. “Mais cedo ou mais tarde, é necessário começar a construir uma base forte para os desafios que nos esperam e penso que é isso que temos feito. Contamos com o apoio e experiência das jogadoras que cá estão há mais tempo para a integração das que vêm pela primeira vez e que poderão assumir-se como uma mais-valia para o futuro, por isso o espírito de grupo que temos actualmente é muito positivo e reflectir-se-á, com certeza, no que fizermos”, disse.

Tendo, nos últimos dias, insistido nos aspectos de finalização e posse de bola, Mónica Jorge aponta a força física e o jogo aéreo como as principais dificuldades a ultrapassar frente à formação das Ilhas Faroé. “Nestes últimos dias temos dedicado mais atenção às questões da finalização e de posse bola, até porque já começámos a preparar a nossa estreia. Sabemos que as nossas adversárias são uma equipa em construção, que integra muitas jogadoras de Sub-17 e Sub-19, com experiência em competições desses escalões. Já as defrontámos enquanto Sub-19 e se forem essas as jogadoras que fizeram a transição para este escalão sabemos, de certa forma, o que esperar. São fisicamente fortes, apostam num jogo directo e aéreo, o que podem ser as maiores dificuldades para a nossa equipa, mas como sempre daremos o nosso máximo para fazermos um bom jogo”.

“É importante começarmos o torneio com um jogo positivo e, se possível, com jogos a nosso favor para que a equipa ganhe rotinas e para ser mais fácil delinear as estratégias dos próximos jogos. Melhor do que os treinos, só mesmo os jogos para construir uma equipa”, concluiu.

O primeiro encontro das pupilas de Mónica Jorge no Mundialito de Futebol Feminino está agendado para as 14h00 da próxima quarta-feira, no Complexo Desportivo da Belavista, no Parchal.

in FPF

Anúncios

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: