“Apoio incondicional”, in FPF

 

A Selecção Nacional Feminina visitou a Escola EB 2, 3 do Parchal (©FPARAISO)

Segunda-Feira, 22 Fevereiro 2010

A Selecção Nacional Feminina A visitou, esta segunda-feira, a Escola EB 2, 3 do Parchal, onde foi alvo de uma enorme demonstração de carinho e apoio por parte de mais de duas centenas de crianças.

As pupilas de Mónica Jorge foram recebidas em verdadeira euforia, tendo depois convivido com os alunos, distribuído ofertas e autógrafos por todos os presentes, que ajudaram a desfraldar a camisola gigante “Sagres”.

A acção teve como principal objectivo promover os jogos que a Equipa das Quinas disputará no Complexo Desportivo da Belvista, no Parchal, durante o XVII Algarve Cup/Mundialito de Futebol Feminino, diante das formações das Ilhas Faroé e Roménia.

O apoio de todos é essencial
Durante a visita, a Seleccionadora Nacional, Mónica Jorge, deu conta da importância destas acções para cativar a presença de adeptos no estádio. “Estas acções são sempre benéficas para a nossa equipa, porque para além de nos dar a conhecer e do convívio próximo com as crianças, sentimos que pode convencer, ainda mais, as pessoas a deslocarem-se ao estádio e o apoio de todos é essencial para nos sentirmos verdeiramente em casa”.

A técnica lusa salientou, ainda, a possibilidade de o Futebol Feminino ganhar mais visibilidade, promovendo ao mesmo tempo uma vida desportiva saudável. “Não nos podemos esquecer que estamos a lidar com crianças e é importante que percebam que o desporto é fundamental para uma vida saudável. O nosso objectivo passa por dar cada vez mais visibilidade ao Futebol Feminino e mostrar a estes jovens que temos valor, que o futebol é para todos”, disse.

A médio lusa, Sofia Vieira, realçou igualmente a importância destas acções para fomentar um apoio incondicional em todos os jogos disputados. “É muito gratificante ver um estádio cheio e sentir que nos apoiam, por isso estas acções, que permitem que as pessoas nos conheçam e convivam connosco num ambiente descontraído, podem motivar as pessoas a deslocarem-se ao estádio. Em Tondela, com uma acção semelhante, tivemos uma boa experiência, porque conseguimos ter muita gente no estádio. Aqui, e pela proximidade em relação ao estádio, espero que as crianças nos apoiem incondicionalmente, porque o apoio também é importante para os bons resultados”.

Promover o concelho
Considerando a visita como um momento que ficará para a posteridade, Rui Correia, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, acredita que o Mundialito de Futebol Feminino permitirá promover a região algarvia. “É uma honra receber a nossa selecção, não só por tudo o que faz, mas também por tudo aquilo que representa em termos de património. Sei que é um momento que ficará para a posteridade e na memória de todos os que participaram nele, por isso espero que a proximidade geográfica leve grande parte destes miúdos ao estádio para apoiar a nossa selecção. Sei, igualmente, que todas estas acções acabam por promover a nossa região, que vive essencialmente do turismo, por isso é um prazer acolher tantas selecções, com valor reconhecido a nível mundial”, explicou.

in FPF

Anúncios

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: