Crónica do Oliveirense – SU 1.º Dezembro, por Diana Dias

No passado domingo, dia 7 de Fevereiro, Oliveirense e 1.º Dezembro voltaram a encontrar-se, desta vez para disputar os 1/4 de Final da Taça de Portugal.

 

Apesar dos dois resultados anteriores favoráveis ao 1.º Dezembro (vitórias por 1-3 e por 4-0), o facto de se tratar de um jogo a eliminar, a boa prestação da equipa do Oliveirense no Campeonato e o apoio incansável que se previa por parte do público da casa, exigiam por parte da equipa sintrense grande respeito pelo adversário.

Ambas as equipas procuraram entrar bem no jogo e prova disso são as duas oportunidades de golo que se verificaram logo nos primeiros minutos de jogo, uma para cada equipa. Depois desta entrada forte, seguiu-se uma primeira fase do jogo em que a bola andou excessivamente pelo ar e em que a equipa da casa procurou manter um ritmo de jogo baixo. Face a isto, a equipa do 1.º Dezembro demonstrou alguma dificuldade em manter a bola no chão e fazê-la circular com segurança.

Sem a posse de bola, a equipa sintrense não conseguia criar situações de perigo para a baliza adversária e a verdade é que até ao intervalo o 1.º Dezembro realizou apenas dois remates.

Ao intervalo, a equipa técnica chamou a atenção para os principais aspectos a melhorar e a equipa sintrense teve uma entrada “a matar” na segunda parte, marcando dois golos em menos de 5 minutos.

O primeiro golo surge aos 47’. Lançamento de linha lateral na esquerda, bola colocada em Tânia, que cruza para Lara finalizar de cabeça.

Aos 50’ surge o 2-0, na sequência de um canto batido na direita por Carla Couto. A bola é enviada para a grande área, mas acaba por voltar a sobrar para Carla Couto, que remata forte. Na tentativa de cortar a bola, acaba por ser a defesa do Oliveirense a última jogadora a tocar na bola antes de esta entrar na baliza.

Após os golos, a equipa de Sintra conseguiu ter mais bola do que na primeira parte, conseguindo igualmente uma melhor circulação da mesma. Com a bola no chão, a superioridade do 1.º Dezembro foi visível e com o passar do tempo, foi-se acentuando. Esta superioridade traduziu-se não só numa melhor circulação de bola, como também num maior número de situações de perigo, às quais a guarda-redes adversária se opôs com muita valentia.

O resultado final seria estabelecido já em período de descontos, aos 92’. A jogada do golo tem início pelo corredor direito, com Sofia Venâncio a ganhar espaço e a rematar para defesa da guarda-redes adversária. A bola acabaria por sobrar para Carla Couto, que remata forte à entrada da área para nova defesa da guarda-redes do Oliveirense. No entanto, a defesa é incompleta e Tânia Pinto aparece em posição frontal à baliza, não desperdiçando a oportunidade de finalizar.

Vitória justa e merecida da equipa visitante, que segue em frente na Taça de Portugal.

           

Oliveirense 0 – 3 SU 1.º Dezembro
1/4 de Final da Taça de Portugal
Domingo, 7 de Fevereiro, 15 horas

Equipa titular:
1 – Carla Cristina (C)
22 – Inês Borges
21 – Filipa Patão
27 – Filipa Francisco
4 – Mónica Mendes
28 – Tânia Pinto
19 – Joana Rosa
9 – Carla Couto
20 – Beta (Sofia Venâncio, 60′)  Mendes
11 – Carolina Mendes (Dolores Silva, 65′)
10 – Lara Pinto (Andreia Silva, 74′)
 

Suplentes:
12 – Sara Machado
15 – Filipa Galvão
6 – Cátia Relíquias
18 – Andreia Silva
5 – Solange Carvalhas
14 – Dolores Silva
25 – Sofia Venâncio

Advertisements

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: