“Sofia Vieira garante expectativas em alta” in FPF

Esperemos que hoje, seja possível repetir esta imagem: Golo de Portugal!

Sexta-Feira , 20 Novembro 2009
 
Já na Eslovénia, onde joga, este sábado (a partir das 13h00 de Portugal Continental), a terceira partida do Grupo 7 de apuramento para o Campeonato do Mundo de 2011, a Selecção Nacional Feminina realizou, esta sexta-feira, o derradeiro treino de preparação para o encontro, que serviu igualmente de adaptação ao palco da partida, o Sportni Park, em Nova Gorica.
 
No final da sessão – marcada pela boa-disposição e aplicação das nossas atletas –, Sofia Vieira foi porta-voz do estado de espírito das nossas atletas, em vésperas de um jogo em que só pensam na vitória. “As expectativas são altas e estamos esperançadas em alcançar um bom resultado, que dê expressão ao bom momento que a Selecção vive”, começou por dizer, em declarações ao fpf.pt.
 
“Acredito que a Eslovénia está ao nosso alcance, mas vamos ter de nos apresentar muito concentradas e com um enorme espírito de sacrifício para que levar os três pontos para Portugal. As eslovenas estiveram no último Play-off de acesso ao Europeu, o que é sinal de que constituem um grupo forte e a ter em conta”, prosseguiu.
 
Aos 22 anos, Sofia Vieira é já uma das certezas do futebol feminino português, contabilizando até ao momento 16 internacionalizações pela Selecção principal, com quatro golos obtidos, para além dos 24 jogos efectuados pelas Sub-19 (com um tento apontado) e os três disputados ao serviço das Sub-18. Numa fase de adaptação ao novo clube – o Atlético de Madrid –, Sofia não esconde o orgulho pelas últimas exibições da Equipa das Quinas que têm deixado o grupo “muito mais confiante e ciente das suas capacidades”.
 
Ainda assim, reconhece que o apuramento para o Mundial está complicado, depois das derrotas em Itália (0-2) e em casa (Tondela), diante da Finlândia (0-1). “Já sabíamos que estávamos inseridas num grupo muito complicado, com duas formações que marcaram presença no último Campeonato da Europa, mas já provámos nos dois jogos realizados com a Itália e a Finlândia que temos qualidade para discutir taco-a-taco o jogo, algo que num passado recente não acontecia”, argumentou.
 
“É certo que a qualificação está difícil, mas o que nos interessa, neste momento, é somar o maior número de vitórias e pontos até final da campanha de apuramento e, então, no final, olhar para a tabela e verificar a nossa posição, concluiu”.

in FPF

Anúncios

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: