“Contentes e surpreendidos”

Campeonato da Europa de Sub-19 Feminino - Bielorrúsia 2009

Campeonato da Europa de Sub-19 Feminino - Bielorrúsia 2009

A Inglaterra bateu a Suécia por 2-0 e conquistou o seu primeiro título europeu feminino em todos os escalões, levando Mo Marley a elogiar as suas jogadoras por “terem desbravado novos caminhos”. As inglesas marcaram 12 golos e não sofreram nenhum, com Marley a considerar que o título é um prémio pela consistência demonstrada e por a sua equipa ter sido “melhor nos pequenos detalhes”. Calle Barrling foi directo ao assunto, reconhecendo que a Suécia foi “derrotada por uma equipa superior” e que as suas jogadoras vão ficar mais fortes depois desta experiência.

Mo Marley, seleccionador de Inglaterra
Fomos, provavelmente, a equipa mais consistente durante este Europeu. Defrontámos excelentes selecções e esta final foi extraordinariamente difícil para as jogadoras, que tiveram de lutar muito para encontrar o ritmo certo. Quando um desafio é tão equilibrado são os pequenos detalhes que fazem a diferença. Durante a semana, alertei as jogadoras que a final seria decidida nos pormenores e foi isso que fez a diferença entre duas equipas fortes e lutadoras. O jogo foi muito complicado, mas conseguimos superar as dificuldades.

As inglesas comemoram no final do encontro (© UEFA)

As inglesas comemoram no final do encontro (© UEFA)

Este é o resultado de 15 anos de trabalho, dos escalões jovens às seniores, sendo que nos últimos quatro ou cinco anos este trabalho começou a produzir frutos. Conseguimos alguns bons resultados anteriormente e considero que teremos mais alegrias no futuro. Antes do jogo, tínhamos dito às jogadoras que era fundamental desbravar novos caminhos. Este grupo atingiu esse objectivo, o que permite antever bons resultados no futuro. Esperamos que este título seja apenas o primeiro de muitos.

É uma sensação incrível. Todo a gente sonha com um resultado destes, mas nunca pensei que o título europeu fosse conquistado por esta selecção inglesa, com a minha colaboração. Estamos todos muito contentes e surpreendidos. É um resultado fantástico e espero que sirva de inspiração para novas conquistas.

Calle Barrling, seleccionador da Suécia
Parabéns à Inglaterra, que fez uma excelente exibição, não só hoje, como em todo o Europeu, tanto mais que não sofreu qualquer golo. Fomos derrotados por uma equipa superior, mas perdemos apenas um jogo. Ganhámos muitas outras coisas, como o apuramento para o Campeonato do Mundo e a medalha de prata. Claro que estamos desiludidos, mas tenho a certeza que, quando chegarmos a casa, vamos recordar esta prova com satisfação.

Jordan Nobbs (tapada) é felicitada pelas colegas depois de inaugurar o marcador (© UEFA)

Jordan Nobbs (tapada) é felicitada pelas colegas depois de inaugurar o marcador (© UEFA)

Conhecíamos as movimentações de Inglaterra, a forma como jogam e tínhamos uma estratégia para as contrariar, mas elas revelaram-se demasiado rápidas, apostaram muitos nas jogadas aéreas, algo que a minha equipa não gosta e onde as inglesas são muito fortes. Fizemos vários ajustamentos, mas nunca conseguimos atingir o rendimento pretendido, o que acontece quando a outra equipa é superior. Hoje não estivemos ao nosso melhor nível e isso por vezes acontece por mérito do adversário.

As jogadoras são jovens e cometem erros por inexperiência, pelo que isso acabou por ser fatal para as nossas aspirações. Fiquei muito contente com a combatividade da equipa, que teve energia para lutar durante 90 minutos, isto apesar de ter disputado um prolongamento frente à França. Nunca baixámos os braços e este espírito de grupo poderá ser muito útil no próximo ano, quando, com melhor qualidade de passe, espero que esta equipa conquiste outra medalha.

in pt.uefa.com

Anúncios

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: