“Jakobsson brilha na vitória da Suécia”

Campeonato da Europa de Sub-19 Feminino -  Bielorrússia 2009

Campeonato da Europa de Sub-19 Feminino - Bielorrússia 2009

Sofia Jakobsson foi a heroína da Suécia num encontro em que a selecção nórdica deu a volta ao marcador e bateu a França, após prolongamento, numa emocionante meia-final disputada em Mink. As suecas carimbaram, assim, a passagem à final, no próximo sábado, frente à Inglaterra.

Os festejos da Suécia (© UEFA)

Os festejos da Suécia (© UEFA)

Vitória notável
A selecção francesa parecia caminhar para a sua sexta final do Campeonato Europeu Feminino de Sub-19, quando Charlène Sasso, com um remate de primeira, fez o 2-1 para a sua equipa, à passagem do 68º minuto. No entanto, a Suécia voltou a mostrar que nunca se dá por vencida. Depois de ter já virado o resultado nos seus dois derradeiros encontros da fase de grupos, a selecção sueca repetiu o feito. Jakobsson marcou pela terceira vez em três jogos, aos 86 minutos, restabelecendo a igualdade e levando a decisão do encontro para o prolongamento, onde as pupilas de Calle Barrling estiveram melhor e garantiram a vitória com mais dois tentos de Jakobsson – que desta forma elevou para cinco a sua contagem individual no torneio – e outro de Jennifer Egelryd.

Penalty desperdiçado
A França dispôs de mais posse de bola durante longos períodos do encontro, contudo teimava em falhar no último passe e não conseguia fazer valer a sua superioridade. A Suécia aproveitou e fez a selecção gaulesa experimentar um pouco do veneno que viria a provar no final da partida, ao inaugurar o marcador na primeira ocasião em que chegou com perigo à baliza adversária, decorria o minuto 24. Emelie Lövgren surgiu sem marcação ao segundo poste e rematou para o fundo das redes. As francesas, campeãs em 2003, reagiram e acentuaram a sua pressão. Marina Makanza esteve perto do golo do empate antes de Sasso ver um seu remate em arco desviado para cima da trave pela guardiã sueca. Do respectivo pontapé de canto, contudo, acabou por surgir a igualdade. Charlotte Bilbault e Sasso combinaram bem e serviram Fanny Tenret, que não deu hipóteses à desamparada Susanne Nilsson. Dois minutos antes do intervalo, a França poderia ter ganho vantagem, quando Sasso foi derrubada por Lövgren dentro da grande área sueca, mas na conversão da respectiva grande penalidade, Makanza acertou no poste.

Jakobsson recompensada
Makanza não teve muito tempo para se redimir, visto que Degrange procedeu a algumas alterações após o intervalo. Mas o padrão de jogo não se alterou no arranque do segundo tempo, com as francesas a pressionarem a defesa sueca, até que, por fim, viram o seu esforço recompensado. Adeline Rousseau conquistou a bola e serviu Sasso que, de primeira, bateu Nilsson. O jogo parecia decidido, mas a Suécia – campeã há uma década – teria ainda a última palavra.

Jakobsson na fotografia com o número 9

Jakobsson na fotografia com o número 9

“Hat-trick” para recordar
A França tinha-se mostrado muito segura em termos de jogo corrido durante o tempo regulamentar, mas um erro abriu uma brecha para Jakobsson, que não perdoou e tocou a bola para fora do alcance da guarda-redes Laëtitia Philippe, levando a decisão da partida para o prolongamento. Nos 30 minutos extra, as suecas dominaram as operações e a ponta-de-lança do Umeå IK voltou a marcar logo nos segundos iniciais, na sequência de um bom passe de Heimersson. Egelryd, de cabeça, elevou para 4-2 no 100º minuto e Jakobsson selou o triunfo aos 117 minutos, completando o seu “hat-trick” com um remate certeiro à boca da baliza.

in pt.uefa.com

Anúncios

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: