“Inglaterra astuta destroça Suiça”

Campeonato da Europa de Sub-19 Feminino - Bielorrússia 2009

Campeonato da Europa de Sub-19 Feminino - Bielorrússia 2009

Inglaterra 3-0 Suíça
Toni Duggan bisou e fez a assistência para o outro golo, dando o apuramento à Inglaterra para a final do Campeonato Europeu Feminino de Sub-19 pela segunda vez em três anos, graças a uma vitória convincente por 3-0, frente à Suíça.

A Inglaterra festeja o primeiro golo de Toni Duggan (© UEFA)

A Inglaterra festeja o primeiro golo de Toni Duggan (© UEFA)

Golo de Christiansen
Depois de a Inglaterra ter vivido um período inicial conturbado, Duggan começou a dar nas vistas quando fez o golo inaugural, aos 28 minutos. Foi a autora do passe para o segundo tento, facturado por Isobelel Christiansen, colega de equipa no Everton LFC, antes do intervalo, e apesar dos esforços de Ramona Bachmann, a primeira presença da Suíça nas meias-finais estava destinada ao fracasso. Duggan aumentou ainda mais a desilusão das adversárias pouco depois do recomeço, mas para a Inglaterra – que persegue o seu primeiro título –, tudo se resume à final de sábado.

Inglaterra precavida
O jogo tinha principiado a um ritmo frenético, sem que nenhuma das equipas concedesse espaço ao adversário. Depois de ter visto o que este “onze” da Suíça – sem Jehona Mehmeti, de fora devido a lesão – fez à Alemanha na semana passada, a Inglaterra assumiu uma abordagem cautelosa. No entanto, era complicado conter o ímpeto de Bachmann por muito mais tempo, e esta efectuou um remate potente para excelente defesa de Rebecca Spencer. A guardiã voltou a destacar-se no canto subsequente, agarrando a bola e lançando um contra-ataque rápido, que terminou com Christiansen a rematar para defesa de Pascale Küffer.

Nobbs em evidência
Foi um sinal do que estava para vir. Apenas o fora-de-jogo assinalado impediu o golo de Duggan, depois de Küffer ter calculado mal a trajectória do remate de Chelsea Weston, mas a jovem do Everton não falhou depois, aproveitando um óptimo passe de Jordan Nobbs, que a deixou isolada. A influência de Nobbs na partida estava a crescer. Foi preciso uma intervenção acrobática de Küffer para impedir que o seu remate em arco entrasse na baliza, e ainda viu um golo ser-lhe anulado, por fora-de-jogo. No entanto, novo tento da Inglaterra era apenas uma questão de tempo, algo que veio a acontecer à beira do intervalo, quando um canto cobrado na direita iludiu toda a gente e encontrou Duggan ao segundo poste. A número 9 fez uma assistência primorosa para Christiansen facturar, de cabeça.

A avançada Duggan inaugura o marcador (© UEFA)

A avançada Duggan inaugura o marcador (© UEFA)

Sem sofrer golos
A Inglaterra não tinha sofrido golos nos sete jogos anteriores, e recuperar dois golos parecia muito improvável para a Suíça. Apenas a sempre perigosa Bachmann parecia disposta a dar a volta aos acontecimentos. A número 19 foi sempre uma ameaça constante para a formação inglesa ao longo da partida, apesar de quando escapou à marcação, Spencer se ter revelado uma barreira intransponível na baliza da Inglaterra. O mais perto que Bachmann esteve de marcar foi a nove minutos do fim, quando derivou da direita para o centro e rematou por entre as pernas da guarda-redes, com a bola a embater no poste. No entanto, o sonho ficou totalmente desfeito um minuto depois, com o passe longo de Weston a servir Duggan, que marcou o seu segundo golo. Não fosse novo fora-de-jogo, assinalado a Jessica Holbrook, suplente-utilizada, e o resultado teria sido 4-0. No entanto, a Inglaterra parecia satisfeita com os três tentos conseguidos.

in pt.uefa.com

Anúncios

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: