Preparação para o Campeonato da Europa Finlândia 2009: amigável Suécia vs Brasil

Como havia acontecido com a Alemanha, há cerca de uma semana, o Brasil voltou a defrontar uma formação europeia, num misto de colaboração para a preparação da grande prova que é o Campeonato da Europa – a realizar-se em 2009, na Finlândia – bem como na promoção do Futebol Feminino. No fundo, o Brasil arrasta sempre multidões, ficou provado uma vez mais.

A Suécia viu-se desde cedo em desvantagem frente ao Brasil (©UEFA)

A Suécia viu-se desde cedo em desvantagem frente ao Brasil (©UEFA)

“Impressionante Suécia derrota Brasil”

«Suécia 3-1 Brasil

A selecção comandada por Thomas Dennerby esteve a perder mas deu a volta por cima frente ao Brasil, diante da terceira maior assistência de sempre num jogo de futebol feminino na Suécia.

Assistência
Cristiane deu vantagem ao Brasil logo aos 13 minutos frente às anfitriãs do UEFA WOMEN’S EURO 2009™. Ainda assim, depois do intervalo, a equipa comandada por Thomas Dennerby assumiu o jogo e deu a volta ao marcador, com dois golos no espaço de um minuto, da autoria de Sara Thunebro e Victoria Svensson, antes de um tento tardio de Lotta Schelin ter confirmado a vitória perante 12.257 espectadores.

Recompensa de bola parada
O Brasil começou a controlar os acontecimentos desde cedo, com Marta – de regresso ao país onde jogou durante cinco anos, antes de se transferir para o Los Angeles Sol – a ser interveniente nos melhores lances das visitantes. E foi numa dessas iniciativas que o Brasil chegou à vantagem, quando Cristiane, na marcação de um canto, se antecipou a Schelin e fez o primeiro golo da partida. Aline testou a atenção da guarda-redes da Suécia, Hedvig Lindahl, com um forte cabeceamento, apesar de ter sido a Suécia, que vinha a pressionar forte desde o recomeço da partida, que esteve perto de empatar, quando a irrequieta Thunebro cruzou para Jessica Landström, que viu o seu remate ser desviado.

Golo ao cair do pano
A defensiva brasileira voltou a afastar o perigo a remates de Svensson e Nilla Fischer, mas não demorou muito até a intensa pressão surtir efeito, com a trajectória da bola rematada por Thunebro, na marcação de um livre, a iludir toda a gente na grande área e a entrar junto ao canto inferior da baliza. Depois de estar em desvantagem, a Suécia rapidamente se viu na liderança, com Svensson a cabecear para golo na sequência de mais um livre cobrado por Thunebro. Schelin confirmou uma impressionante vitória a sete minutos do fim, rematando a poucos metros da baliza, depois de ter aproveitado um mau alívio da defesa brasileira.»

in pt.uefa.com

Anúncios

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: