“60 jogos, 60 vitórias”

O Diário desportivo A Bola registou o número redondo: 60 Jogos, 60 vitórias

O Diário desportivo A Bola registou o número redondo: 60 Jogos, 60 vitórias

Equipa feminina conquistou título nacional pela oitava vez consecutiva Direcção vai enviar dados para o ‘The Guinness Book’ Carla Couto é o símbolo das campeoníssimas

A equipa feminina do 1.º Dezembro está imbatível há 60 jogos. Isso mesmo, há 60 jogos no campeonato. Na prática, há três anos que as jogadoras do emblema de São Pedro de Sintra não sabem o que é perder e esta época isso foi levado ao extremo. Em 20 jogos, o 1.º Dezembro venceu… 20. Somando a esse desempenho mais oito títulos nacionais consecutivos e muitos troféus.

Levando em linha de conta estes resultados estrondosos a nível nacional, a Direcção consultou o livro de recordes do Guinness para saber qual a possibilidade de a equipa feminina ficar lá registada. Inicialmente, a resposta foi positiva, mas ainda faltam algumas questões processuais para a marca ficar registada. O presidente Fernando Cunha explicou ontem os próximos passos.

«Vamos pedir um certificado à Federação por forma a justificar a nossa participação ao mais alto nível em Portugal. Depois, o nosso caso vai ser analisado pelo The Guinness Book. Para nos aceitarem a candidatura é porque temos forte hipóteses de conseguirmos ficar na história mundial», disse o dirigente.

Goleadora aos 35 anos
Carla Couto, 35 anos, é a jogadora portuguesa mais internacional de sempre (por 115 vezes vestiu a camisola da Selecção Nacional) e um símbolo do 1.º Dezembro. Esta época, foi a melhor marcadora, com 18 golos, e promete continuar a dar o melhor pelo clube sintrense.

«De há três anos para cá que as vitórias são constantes. É óptimo e um excelente incentivo para continuarmos a trabalhar durante a semana. Como não somos profissionais, os títulos é que nos dão força», salientou Carla, que está no clube há 12 anos. «Viver estes êxitos tem sido maravilhoso. Compensam a falta de poios e as adversidades por que o futebol feminino passa», reforçou.

Carla pretende continuar a jogar no 1.º Dezembro e na selecção. O objectivo é atingir as 130 internacionalizações, meta que a própria considera ser possível alcançar.

«Tenho 35 anos e enquanto me sentir bem para jogar vou continuar. Sinto-me com condições físicas para isso. Mas também estou dependente da equipa técnica nacional para atingir as 130», afirmou.
E sobre o livro de recordes? «Acho que é justo. Este clube merece, pois sempre apostou no futebol feminino», destacou Carla Couto.

por Paulo Veríssimo no Jornal A Bola, via Sintra Sport

Anúncios

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: