“Clássico Mundial no Feminino”

Silvia Neid, actual Seleccionadora alemã (© UEFA)

Silvia Neid, actual Seleccionadora alemã (© UEFA)

«Um recorde de assistência num jogo de selecções femininas na Europa vai ser estabelecido daqui a 15 dias, quando Alemanha e Brasil reeditarem a final do Mundial Feminino de 2007, num amigável em Frankfurt, no dia 22 de Abril.

Venda recorde
A Federação Alemã de Futebol anunciou na tarde desta quarta-feira que já foram vendidos 29,283 bilhetes para o jogo a ter lugar no estádio que vai acolher a final do Mundial de 2011, ultrapassando a marca de 29,092 ingressos vendidos quando a Inglaterra defrontou a Finlândia no jogo inaugural do UEFA WOMEN’S EURO 2005™, no Estádio City of Manchester. A compradora do bilhete número 29,093, Tessa Henrich, de 13 anos, recebeu um bilhete de época da parte da embaixatriz do Mundial de 2011, e antiga internacional alemã Renate Lingor. Trata-se de um dos dois máximos de vendas que a Alemanha espera atingir nas próximas semanas, já que a final do Campeonato da Europa Sub-17, em Magdeburgo, no dia 18 de Maio, também já registou vendas superiores a 18,000 bilhetes, muito acima de qualquer outro número desde que o actual formato da competição entrou em vigor na época 2001/02.

Trio de regresso
Três das companheiras de equipa de Lingor na selecção alemã que derrotou o Brasil na final do Mundial, em Shanghai, por 2-0, a avançada Birgit Prinz, a defesa Annike Krahn e a centrocampista Simone Laudehr, estão de regresso à equipa orientada por Silvia Neid, depois de terem falhado a Algarve Cup no mês passado, em Portugal, devido a lesão. A Alemanha terminou no quarto lugar, depois de vencer Finlândia e China, mas perdendo ante a Suécia e a Dinamarca. Neid está agora ansiosa pelo jogo contra o Brasil, que se insere na preparação para o Campeonato da Europa Feminino, entre 23 de Agosto e 10 de Setembro, onde vão tentar conquistar o quinto título europeu consecutivo, tendo como adversários Noruega, Islândia e França no Grupo B, em Tampere.

Opositor de classe mundial
Neid, cuja equipa defrontou o Brasil por duas vezes nos Jogos Olímpicos de 2008, empatando a zero na fase de grupos e perdendo por 4-1 nas meias-finais, arrecadando depois a medalha de bronze, disse: “Este tipo de jogos são sempre um desafio. As jogadoras podem mostrar o que valem. Jogámos contra o Brasil por três vezes nos últimos 18 meses, por isso conhecemos as suas qualidades muito bem. Possui jogadoras de classe mundial, cada uma capaz de decidir um jogo sozinha. Não podemos cometer erros contra um adversário deste calibre e temos que estar totalmente concentradas durante os 90 minutos.”»

in pt.uefa.com

Anúncios

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: