“Persistência belga”

Persistência belga

Terça-Feira , 07 Abril 2009

Apesar de se terem adiantado no marcador aos 62 minutos, as Sub-19 lusas acabaram por sair derrotadas por 3-1 do primeiro jogo de preparação, diante da Bélgica.

Já com algumas alterações ao “onze inicial”, a Equipa das Quinas entrou melhor na segunda parte do encontro, quebrando o equilíbrio que se havia registado em todo o primeiro tempo. Laura Luís foi a responsável pelo golo luso.

As atletas belgas não tardaram a responder, empatando a partida à passagem do minuto 67, através de Annelien Van Gansbeke. Já nos minutos finais da partida, fruto de uma infelicidade de Patrícia Costa, a formação belga passa para a frente do marcador, tendo selado a vitória já em cima do apito final da partida – Eline Daems assinou o terceiro golo.

Faltou consistência
Desvalorizando o resultado, Mónica Jorge acredita que as alterações efectuadas na segunda metade do encontro e a persistência belga determinaram o resultado final. “O objectivo passa sempre por ganhar, seja qual for o desafio. Porém, e tendo em conta que é a última oportunidade para testar as jogadoradoras antes do apuramento para o Europeu, quisemos principalmente colocar várias jogadoras em campo. Isso acabou por nos tirar alguma consistência e traiu as nossas expectativas. Para além da falta de consistência, as nossas adversárias foram persistentes e souberam aproveitar as nossas desatenções”.

Apesar de não conhecerem bem as adversárias antes deste primeiro encontro, a Seleccionadora Nacional salienta que a equipa se adaptou bem ao modelo de jogo belga. “Não conhecíamos bem a equipa belga, mas as jogadoras adaptaram-se ao modelo de jogo e chegou a dominar a partida. Tivemos algumas oportunidades que não concretizámos e há certos aspectos a nível da posse de bola que estiveram menos bem e que tentaremos corrigir”.

Ficha de Jogo
Jogo de Preparação
Estádio Municipal de Rio Maior
Árbitra: Ana Brites
Árbitros assistentes: Francisco Nobre e Marco Lemos
Quarto árbitro: Hugo Silva

PORTUGAL 1 – 3 BÉLGICA (0 – 0, ao intervalo)

Portugal: Vera Gonçalves (Rute Ferreira, 45′), Mónica Mendes, Carole Costa (Bruna Morais, 70′), Regina Pereira, Maria Nantes (Patrícia Costa, 81′), Elsa Ventura – CAP (Sara Garcia, 67′), Dolores Silva, Anita (Cristiana Gonçalves, 45′), Ana Borges (Amélia Pereira, 81′), Filipa Mendes (Laura Luís, 45′) e Carla Vanessa (Vanessa Filipa, 81′).
Suplentes não utilizadas: Raquel Infante e Liliana Almeida.
Treinadora: Mónica Jorge.
Golos: Laura Luís (62′).
Disciplina: nada a assinalar.

Bélgica: Morgane Passemier, Lien Wevers, Berdien Driessche, Lien Kesteloot, Riete Loos – CAP, Sofie Verhaegen, Annelies Degrauwe, Eline Daems, Ilke Plaisier (Caroline Berrens, 73′), Annelien Van Gansbeke e Lien Haverals.
Suplentes não utilizadas: Nele Cortvriend, Magda Lorenzi, Steffi de Pelsmaeker, Lien Mermans, Lore Vanschoenwinkel e Virginie Vermeire.
Treinadora: Anne Noé.
Golos: Annelien Van Gansbeke (67′), Patrícia Costa (87′, ag) e Eline Daems (90’+1′).
Disciplina: nada a assinalar.

As pupilas de Mónica Jorge voltam a treinar-se pelas 11h00 do próximo dia 8 de Abril (quinta-feira), no Cartaxo.

in fpf.pt

Anúncios

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: