“Suécia vence Algarve Cup nos penalties”

Lotta Schelin (terceira à direita) é saudada após colocar a Suécia em vantagem frente aos EUA (© UEFA)

Lotta Schelin (terceira à direita) é saudada após colocar a Suécia em vantagem frente aos EUA (© UEFA)

A Suécia confirmou o seu estatuto de uma das favoritas à conquista do UEFA WOMEN’S EURO 2009™, ao derrotar os Estados Unidos num épico desempate por pontapés da marca de grande penalidade e conquistar a Algarve Cup – Mundialito de Futebol Feminino – pela primeira vez desde 2001. A Dinamarca venceu a Alemanha na luta pelo terceiro lugar e, nos outros duelos, a Islândia perdeu com a China, a Finlândia derrotou Portugal no desempate por grandes penalidades e arrecadou o sétimo posto, a Noruega impôs-se à Áustria, enquanto a Polónia se superiorizou ao País de Gales. O uefa.com faz a ronda do último dia de competição em Portugal.

EUA 1-1 Suécia (3-4 nos penalties, final)
A Suécia venceu a sua terceira Algarve Cup após uma final bastante emotiva. Os EUA haviam ganho as duas finais anteriores e cinco das últimas seis, tendo apenas perdido em 2006 com a Alemanha, também por grandes penalidades. A seleccionadora americana, Pia Sundhage, viu essa série terminar frente ao país que tão ilustremente representou enquanto futebolista. Aos 19 minutos, Lotta Schelin acrescentou mais um tento aos dois que já apontara na segunda-feira, no triunfo por 3-2 frente à Alemanha, aumentando o seu pecúlio de 2009 para sete tentos, a passe de Victoria Svensson, que somou a sua 158ª internacionalização e estabeleceu um novo recorde sueco. Parecia que o troféu já estava entregue às suecas quando, já em período de descontos, Shannon Boxx desviou, ao poste mais distante, um cruzamento de Megan Rapinoe, obrigando ao desempate por penalties. Ambas as equipas falharam duas vezes na primeira série de cinco grandes penalidades e ainda na primeira tentativa que se seguiu. Depois, Stina Segerström converteu para a Suécia e Heather Mitts rematou por cima, assinalando da pior forma a sua 100ª internacionalização.

Alemanha 0-1 Dinamarca (“play-off do terceiro lugar)
Julie Rydahl Bukh apontou, no fim da primeira parte, o golo que viria a ser o do triunfo da Dinamarca, completando uma semana em que voltou à selecção, após um ano de ausência devido a lesão. Após um início cauteloso de ambas as equipas, Nadine Angerer efectuou a primeira defesa na resposta a um livre de Katrine Pedersen e deteve depois um disparo da ponta-de-lança Merete Pedersen, enquanto na outra área Tina Cederkvist negou o golo a Inka Grings. Rydahl Bukh abriu o activo aos 42 minutos, após Cathrine Paaske Sørensen ter cobrado rapidamente um livre. Após o intervalo, a Dinamarca resistiu com alguma facilidade, pese embora Sonja Fuss ter estado perto de marcar.

Islândia 1-2 China (“play-off” do quinto lugar)
A China assegurou-se que não haveria uma repetição da derrota de há dois anos, por 4-1, com a Islândia, resultado considerado lisonjeiro pelo seleccionador Siggi Eyjólfsson antes da fase de apuramento para o UEFA WOMEN’S EURO 2009™. Lou Jiahui adiantou a China no marcador e, apesar de Harpa Thorsteinsdóttir se ter estreado a marcar pela selecção islandesa aos 45 minutos, foi Yu Yuan a figura da partida ao dar o triunfo às chinesas já na segunda parte.

Portugal 1-1 Finlândia (2-4 nos penalties, “play-off” do sétimo lugar)
A Finlândia, anfitriã do UEFA WOMEN’S EURO 2009™, terminou com a sua série de derrotas na prova do Algarve frente às anfitriãs do evento, que haviam vencido todos os encontros no Grupo C. Susanna Lehtinen colocou a Finlândia na frente do marcador aos 13 minutos, na recarga a um remate de Annice Sjölund defendido por Neide Simões, mas o livre directo de Carla Couto, a 20 minutos do final da partida, levou a decisão para as grandes penalidades. Minna Meriluoto defendeu a primeira tentativa da portuguesa Kimberly Brandão e depois Carla Couto acertou na trave, enquanto Anna-Kaisa Rantanen, Essi Sainio, Maija Saari e Miia Niemi marcaram todas pela Finlândia.

Noruega 2-0 Áustria (“play-off” do nono lugar)
A Noruega, que tal como a Suécia, Dinamarca, Alemanha, Islândia e Finlândia estará presente no UEFA WOMEN’S EURO 2009™, cuja fase final decorre entre 23 de Agosto e 10 de Setembro, conseguiu o seu primeiro triunfo do ano à quinta tentativa. Trine Rønning e Solveig Gulbrandsen marcaram a terminar cada parte, mas apesar da derrota o seleccionador da Áustria, Ernst Weber, cuja equipa foi segunda classificada no Grupo C, comentou: “Efectuámos uma partida sensacional, especialmente na defesa. Não nos podemos esquecer que a Noruega está em terceiro lugar no ranking europeu. Nunca esperei que a equipa se portasse tão bem no seu quarto jogo [na semana]”.

Gales 1-2 Polónia (“play-off” do 11º lugar)
Na segunda-feira, o País de Gales goleara a Polónia, por 5-1, conseguindo o terceiro lugar no Grupo C, mas esta quarta-feira a sorte foi diferente. Anna Sznyrowska colocou a Polónia em vantagem com um tento madrugador e, apesar de Jessica Fishlock ter empatado a contenda, as polacas voltaram a marcar, conseguindo o triunfo graças a um tento feliz de Patrycja Pożerska, que, a dois minutos do final, marcou através de um cruzamento em que a bola acabou no fundo das redes galesas. Gales, Polónia e as restantes selecções europeias viram agora as respectivas atenções para o sorteio de terça-feira da fase de apuramento para o Mundial Feminino 2011, prova para a qual a Alemanha está já qualificada enquanto país organizador.

in pt.uefa.com

Anúncios

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: