Mundialito no Global (diário gratuito)

capa Global, 5 de Março de 2009

capa Global, 5 de Março de 2009

artigo Global, 5 de Março de 2009

artigo Global, 5 de Março de 2009

 

 

«As polacas abriram o marcador, por Kawalec, mas as portuguesas reagiram ainda na primeira metade e  deram a volta ao marcador, com golos deAna Borges e Edite Fernandes, assumindo a liderança do grupo C,“ex aequo”com a Áustria.

O resultado foi demasiado escasso para a superioridade lusa, tendo em conta as inúmeras ocasiões criadas pela selecção nacional, pouco eficaz no capítulo da finalização.

A Polónia dispôs da primeira ameaça, logo no minuto inicial, mas as portuguesas responderamnos minutos seguintes, mostrando maior  capacidade técnica.

O ritmo imposto pelas portuguesas gerou várias ocasiões, só que a selecção revelava muita ineficácia, comEditeFernandes (12) e Carla Couto (24) a desperdiçaremoportunidades claras, isoladas diante da guardiã polaca.

Na sua primeira oportunidade, aos 29minutos,aPolónia abriu o activo: após um canto, Kawalec cabeceou para a baliza e Neide Simões, mal batida, viu a bola passar-lhe por cima.

Portugal reagiu com determinação e conseguiu operar a reviravolta ainda antes do final da primeira parte, com Edite Fernandes em bom plano.

A jogadora do Prainsa Zaragoza assistiu Ana Borges para o empate, aos 36 minutos, e marcou a um minuto do intervalo, com um remate de fora da área.

No começo do segundo tempo, a Polónia ficou reduzida a dez atletas, devido à expulsão, por acumulação de amarelos, de Paulina Rytwinska.

A partida decaiu de qualidade com o passar dos minutos, mas Portugal continuou a dominar e a falhar no capítulo ofensivo. Sofia Vieira falhou em duas ocasiões, aos 64 e 66 minutos, e a cinco minutos do final foi a vez de Edite Fernandes, após boa jogada individual, atirar ao lado.

Em situação de vantagem, e em superioridade numérica, a selecção portuguesa entrou em período de gestão até ao apito final. A seleccionadora nacional, Mónica Jorge, mostrou-se satisfeita com a vitória, mas frisou que o resultado podia ser mais volumoso.

“Dei os parabéns às minhas jogadoras ao intervalo, porque fomos excelentes na primeira parte. O resultado é justo mas devíamos ter marcado mais um ou dois golos”, disse. Os objectivos da selecção passam “por tentar fazer mais e melhor – se possível lutar pelo 7.º lugar – e observar novas jogadoras”, acrescentou Mónica Jorge.

O próximo confronto da selecção nacional é com o País de Gales, encontro agendado para amanhã, em Albufeira (17.45). Com as portuguesas e austríacas a dividirem o comando do GrupoC, com três pontos, no Grupo A, a Alemanha, campeã da Europa, bateu aFinlândia, por 2-0, e terminou a primeira jornada no topo da tabela, com três pontos. O segundo lugar do agrupamento é partilhado pela China e pela Suécia, que, em Lagos, não foram além de uma igualdade sem golos.

Por seu turno, o Grupo B é liderado pela Islândia que,  em Olhão, errotou Noruega, por 3-1. Com os mesmos pontos das islandesas, seguem os EUA, que bateram, em Lagos, a Dinamarca (2-0), em duelo que reeditou a final de 2008, então a favor das norte-americanas.»

Anúncios

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: