Respeito

Tal como a maioria das pessoas que pratica ou apenas gosta de futebol feminino, também visitamos blogs e sites dos clubes que, tal como nós, tentam promover esta modalidade.

É perfeitamente normal que encontremos opiniões com as quais não concordamos, e quando assim é, salvo os casos em que existe uma discussão saudável, respeitamos e não nos pronunciamos. O que já não é normal, nem correcto, é desrespeitar os intervenientes de quem se fala.

Muito se comenta, mas na maior parte das vezes, não o mais importante.

A reportagem elaborada por Mariana Cabral, publicada pelo Diário de Notícias na passada semana veio ajudar a divulgar o desporto de que tanto gostamos e, isso sim, é importante, visto que é um objectivo que une (ou deveria unir) todas as praticantes do país.

Não me vou pronunciar relativamente a qualquer uma das treinadoras enunciadas, mas não posso deixar passar em claro os insistentes comentários referentes a jogadoras do SU 1.º Dezembro.

Independentemente do valor que as referidas jogadoras apresentam, merecem respeito. São jogadoras internacionais que já deram, e continuam a dar, muito ao futebol. Demonstraram enorme coragem ao falarem abertamente e ao expressarem a sua opinião, mesmo que polémica.

Para concluir, quero apenas acrescentar que, tanto Tânia Pinto como Sílvia Brunheira são formadas em Educação Física e, por isso, não falam apenas por falar. A juntar a esta formação, têm imensa experiência, que lhes confere a capacidade de comparar e pronunciar-se acerca dos assuntos acerca dos quais foram questionadas.

 

Cumprimentos para tod@s.

Anúncios

About S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Campeãs Nacionais de Futebol Feminino | National Women's Football Champions Ver todos os artigos de S.U. 1º Dezembro | Futebol Feminino

Comments are disabled.

%d bloggers like this: